30 de abril de 2015

29ª MOENDA JÁ RECEBE INSCRIÇÕES

A 29ª Moenda da Canção, de Santo Antônio da Patrulha,  já está recebendo inscrições para o festival que acontece nos dias 14, 15 e 16 de agosto.   O prazo se esgota no dia 02 de junho de 2015.   Um mês depois, nos dias 03 e o4 de julho, a comissão avaliadora formada por ANALISE SEVERO, CHICO SAGA,  MARCELLO CAMINHA, THIAGO SUMAN E ZÉ ALEXANDRE será reunida pra definir as 16  músicas classificadas para a 29ª Moenda e as 4 músicas classificadas para a 5ª Moenda Instrumental.
Confiram o Regulamento da 29ª Moenda:

REGULAMENTO
Art. 1º – A 29ª MOENDA DA CANÇÃO de Santo Antônio da Patrulha e a 5ª MOENDA INSTRUMENTAL, que acontecerão nos dias 14, 15 e 16 de agosto de 2015, são iniciativas da MOENDA – Associação de Cultura e Arte Nativa – com o objetivo de projetar Santo Antônio da Patrulha e o Rio Grande do Sul, turística e culturalmente no cenário nacional, divulgando através da música, nossa cultura e folclore, com ênfase nos ritmos litorâneos e afro-açorianos do Litoral Norte do Estado, integrando-os às manifestações artísticas de outros Estados brasileiros.

Art. 2º – Cada autor poderá inscrever, individualmente ou em parceria, até cinco (05) composições. 
§ 1º – A inscrição de cada composição deverá ser realizada diretamente no site

http://delirix.com.br/Moenda/inscricao/ do festival –acompanhada da letra da canção (quando houver), em formato“.doc” ou “.pdf”, e o arquivo de áudio em formato “mp3” da música inscrita.
§ 2º – A data limite para o recebimento das inscrições será 02 de junho de 2015.
§ 3º – Não será cobrada taxa de inscrição.

Art. 3º – As músicas classificadas serão escolhidas pelo corpo de jurados formado por cinco integrantes, indicados pela Comissão Central do Festival.
Art. 4º – Serão jurados da 29ª Moenda da Canção e 5ª Moenda Instrumental:

Analise Severo
Chico Saga
Marcello Caminha
Thiago Suman
Zé Alexandre

Art. 5º – A triagem, que acontecerá em 03 e 04 de julho de 2015, classificará 16 (dezesseis) composições com letra e 4 (quatro) composições instrumentais para participar do Festival.
Art. 6º – A Comissão Central e a Imprensa informarão aos autores das músicas classificadas o dia e a ordem de apresentação e passagem de som das concorrentes.

Parágrafo único. Após a comunicação, o responsável pela música concorrente, no prazo máximo de 5 dias, terá que confirmar sua presença no Festival e enviar um termo autorizando a gravação em CD e DVD, contendo o nome do intérprete e dos acompanhantes da música classificada, através do email moendadacancao@hotmail.com, sob pena de desclassificação a critério da Comissão Central. Caso contrário será chamada a música suplente.

Art. 7º – O ensaio/passagem de som será das 13h até às 17h dos dias 14 e 15 de agosto de 2015, de acordo com a data e a ordem de apresentação no festival. Cada composição terá 20 minutos para a passagem de som.  Dessa forma, a primeira música do festival terá das 13h até às 13h20min para a passagem de som. Em caso de atraso, a concorrente perderá R$ 150,00 para cada 20 minutos de atraso, ficando em último lugar na passagem.

Parágrafo único – A passagem de som das músicas concorrentes não excederá às 18h.

Art. 8º – Não poderão participar músicas que já tenham registros fonográficos comercializados.

Parágrafo único. O não-ineditismo, não identificado pela comissão julgadora, poderá ser objeto de denúncia por escrito, com prova de gravação, até 7 dias após a divulgação pela imprensa do resultado da triagem.

Art. 9º – É proibido participar da 29ª Moenda da Canção ou da 5ª Moenda Instrumental o compositor (música ou letra), intérprete e/ou músico, que tenha parentesco, até o segundo grau, com integrante(s) do corpo de jurados.

Parágrafo único. Cada intérprete ou instrumentista poderá participar da execução de no máximo três músicas concorrentes.

Art. 10 – Classificam-se 10 (dez) composições com letra e 02 (duas) instrumentais para a noite final, que comporão o CD e DVD do Festival.

a) A Comissão Central informará a ordem de apresentação das músicas.

Art. 11 – As gravações do CD e DVD das 12 músicas classificadas serão realizadas em suas apresentações de palco.
Art. 12 – Cada uma das composições concorrentes receberá uma AJUDA DE CUSTO no valor R$ 2.250,00. Cada uma das músicas classificadas para a noite final do Festival receberá uma ajuda de custo adicional de R$ 400,00.

§ 1º – Os compositores de fora do Estado e/ou País que concorrerem no Festival receberão um valor adicional de R$ 500,00, para ressarcimento de despesas de viagem.
§ 2º – Do valor total pago será retido o percentual correspondente ao imposto de renda.

Art. 13 – Não serão oferecidas alimentação e hospedagem gratuitas aos compositores, músicos e intérpretes participantes do festival.
Art. 14 – A “Melhor Música do Festival”, na opinião do público, será escolhida através de voto direto dos espectadores presentes à última noite do evento.
Art. 15 – Premiação da 29ª MOENDA DA CANÇÃO:

1º lugar: R$ 7.000,00 e Troféu Cantador
2º lugar: R$ 2.000,00 e Troféu Cantador
3º lugar: R$ 1.000,00 e Troféu Cantador
Melhor Arranjo: Troféu Paulino Mathias.
Melhor Instrumentista: Troféu Eliseu de Venuto.
Melhor Intérprete: Troféu Penduca.
Melhor Letra: Troféu Jarcy Cândido dos Reis.
Melhor Melodia: Troféu Demétrio Machado Ramos
Melhor Música do Festival – opinião do público: R$ 1.000,00 e Troféu Francisco Carlos Gomes Salazar.

Art. 16 – Premiação da 5ª MOENDA INSTRUMENTAL:

1º lugar: R$ 5.000,00 e Troféu Geraldo Flach
Melhor Instrumentista: Troféu Neri Caveira

Art. 17 – Os casos omissos a este regulamento ou que firam a ética e a lisura do Festival serão julgados pela Comissão Central, assim composta: Aliston da Cunha Oliveira, Luciano Gomes Peixoto, Luzardo Santos Cardeal, Maria Eloisa Costa e Mariza Pereira Ramos.

Obs.: O material de inscrição não será devolvido.



26 de abril de 2015

4º CANTO CAMPEIRO - RESULTADO

Grupo que defendeu a vencedora:  Kelen Botino, Giovani Silveira, Ricardo Bergha e Daniel Braga
O 4º Canto Campeiro de Viamão, aconteceu nos dias 25 e 26 de abril, no parque de Eventos da ETA.
O resultado é o seguinte: 

PRIMEIRO LUGAR:  CHAMARRITA FORASTEIRA
Letra: Paulo Ozório Lemes
Melodia: Geovani Silveira
Interpretação:  Ricardo Bergha
SEGUNDO LUGAR:  DA PORTEIRA PARA DENTRO
Letra: Carlos Omar Villela Gomes/Miguel Bicca
Melodia: Xuxu Nunes
Interpretação: Juliano Moreno e Cristiano Fantinel
TERCEIRO LUGAR: RETRATO DE UMA MANHÃ DE AGOSTO
Letra:  Rodrigo Morales
Melodia:  Rodrigo Morales e Lucas Ferrera
Interpretação:  Rodrigo Morales
MAIS POPULAR: CHÁ DE BUCHO DE OVELHA
Letra: Ivan Mascarenhas/Leonardo Quadros
Melodia: Ivan Mascarenhas/Leonardo Quadros
Interpretação:Grupo Guitarra, Alma e Garganta
MELHOR INSTRUMENTISTA: MAURO SILVA - Tramando Sonhos, Toreando Invernos...
MELHOR INTÉRPRETE: ALEX HAR - Gaúcho
MELHOR MELODIA: PEÃO DE CAMPO  -  Juliano Gomes
MELHOR LETRA: TRAMANDO SONHOS, TOREANDO INVERNOS... - Lucas Mendes


Foto: Geovani Silveira

23ª SAPECADA - CONCORRENTES

      Jurados em plena triagem.                                       Foto: Juliana Spanevello
Divulgada a relação das músicas classificadas para a 23ª Sapecada da Canção Nativa, festival que acontece nos dias 31/05, 1º e 02 de junho, na cidade catarinense de Lages.
Ao mesmo tempo, foram conhecidas as concorrentes na  15ª Sapecada da Serra Catarinense, certame que classifica 4  canção para a final da Sapecada.
A comissão avaliadora esteve formada por: Juliana Spanevello, Maykell Paiva, Jairo Lambari Fernandes, Indio Ribeiro, Lisandro Amaral, Eder Goulart, Eduardo Correa e as classificadas são:

1. CRUZ CRUZ DE CORDAS(MILONGA)
LETRA:MARCO ANTONIO XIRU ANTUNES
MELODIA:FABIO DE LIMA PERALTA
2. 
OLHAR DE RIO E LUA(CHAMAME)
LETRA:FERNANDO SOARES
MELODIA:RODRIGO MAIA
3. 
TRANCA PORTEIRA(MILONGA)
LETRA:EVAIR SUAREZ GOMEZ
MELODIA:JULIANO GOMES
4. MANGO CARNEADOR(RASGUIDO DOBLE )

LETRA: LUCAS RAMOS, EVAIR SUAREZ GOMEZ E RAFAEL MACHADO
MELODIA: RODRIGO MORALES E LUCAS FERRERA
5. DE UMA OUTRA FLOR(MILONGA)

LETRA: CLAUDIO SILVEIRA
MELODIA: JULIANO MORENO
6. ALGO D'ANTES(MILONGA)

LETRA: RAFAEL MACHADO
MELODIA: KIKO GOULART
7. NUM RANCHO YAPEYÚ(MILONGA)

LETRA: FERNANDO SOARES
MELODIA: LUCIANO MAIA
8. 
CORDEONA... CORDEONA(RASGUIDO)
LETRA: GUJO TEIXEIRA
MELODIA: LUCIANO MAIA
9. A LÁGRIMA DO TORO(AIRE DE CHACARERA)

LETRA: ROGÉRIO ÁVILA
MELODIA: JULIANO GOMES
10. MOÇO DOMERO E MOÇA BONITA(CHAMARRITA)

LETRA: ROGÉRIO VILLAGRAN
MELODIA: CRISTIAN CAMARGO
11. MILONGA PERDIDA(MILONGA)

LETRA: MANUEL ORIBE FERNÃNDEZ ALVES
MELODIA: MANUEL ORIBE FERNÃNDEZ ALVES
12. NAS TRAGADAS DO PALHEIRO(CHAMAMÉ)

LETRA: RAFAEL TEIXEIRA CHIAPETA
MELODIA: JARI TERRES
13. O ULTIMO TIRÃO(CHAMARRITA)

LETRA: ROGÉRIO VILLAGRAN
MELODIA: KIKO GOULART

14. MANUELITO MONTARAZ(CHIMARRITA)
LETRA: ROGÉRIO ÁVILA
MELODIA: LEONEL GOMEZ
15. O TROPEIRO NEGO HORÁCIO(TOADA TROPEIRA)

LETRA: MILTON CÉSAR HOFF
MELODIA: FELIPE SILVEIRA/AFAEL WOLLINGER
16. TIO AMANCIO(CHOTE)

LETRA: RAMIRO AMORIM/DIEGO MULLER
MELODIA: MAICON OLIVEIRA 

Classificadas para a 15ª Sapecada da Serra Catarinense

1. AQUARELA DE GUERRA(MILONGA)
LETRA: RODRIGO SANDI
MELODIA: RODRIGO SANDI
2. ME CHAMAM BOI DE BOTAS(XOTE)

LETRA: JAILSON FERREIRA
MELODIA: JAILSON FERREIRA
3. ILUSÃO(MILONGA)

LETRA: FELIPE SILVEIRA
MELODIA: FELIPE SILVEIRA/ARTHUR BOSCATO/RAFAEL VIEIRA
4. CARPIDEIRA(CHAMAMÉ)

LETRA: ARTHUR BOSCATO
MELODIA: ARTHUR BOSCATO
5. CAMPEIRO(MILONGA)

LETRA: MICHEL MARTINS
MELODIA: MICHEL MARTINS
6. SILVIO CAMPEIRO(MARCHA)

LETRA: JULIANO DUARTE
MELODIA: REGINALDO FARBER
7. TAPUI TAIPEIRO(MILONGA)

LETRA: RENAN NETTO
MELODIA: FERNANDO COSTA/RENAN NETTO
8. 
TROPEANDO ORIGENS(VANEIRA)
LETRA: RENATO GOMES/FABRICIO COSTA
MELODIA: RENATO GOMES
9. DE ONDE VEM O MEU CANTO(MILONGA)

LETRA: MILTON CÉSAR HOFF
MELODIA: DANIEL MATEUS DA SILVA
10. 
O TEMPO(CHAMAMÉ)
LETRA: RAFAEL VIEIRA
MELODIA: RAFAEL VIEIRA
11. 
RIO DO IMPROVISO(CHAMAME)
LETRA: RAMIRO AMORIM
MELODIA: JOÃO GABRIEL ROSA
12. POR QUE NEGAR?(MILONGA)

LETRA: MICHEL MARTINS/ALDO MARTINS NETO
MELODIA: MICHEL MARTINS
13. NO BOJO DA MINHA GUITARRA(MILONGA)

LETRA: RAMIRO AMORIM / KIKO GOULART
MELODIA:KIKO GOULART


14. BALAIO DE TAQUARA(CHAMARRA)
LETRA: VERA MARTINS
MELODIA: REGINALDO FARBER/MAYCKEL VIEIRA TORRES
15. DUAS PORTEIRAS(XOTE)

LETRA: IRADI CHAVES RODRIGUES
MELODIA: DANIEL SILVA
16. LIDA CAMPEIRA(RANCHEIRA)

LETRA: MARCOS RANI OLIVEIRA
MELODIA: MARCOS RANI OLIVEIRA

20 de abril de 2015

30º CARIJO - CONCORRENTES


A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Palmeira das Missões divulgou na manhã desta segunda-feira, as músicas selecionadas para a 30ª edição do Carijo da Canção Gaúcha. A triagem foi realizada nos dias 18 e 19 de abril, contando com a participação dos jurados Salvador Lamberty, Ramirez Monteiro, João de Almeida Neto, Carlos Cardinal e Antonio Augusto Korsack Filho.
Foram ouvidos aproximadamente 700 trabalhos musicais, inscritos nas fases Local e Geral, dos quais foram selecionadas 10 músicas para a Fase Local e 18 músicas para a Fase Geral.
O 30º Carijo acontece de 27 a 31 de maio.

FASE GERAL
Concorrentes:

1. CARIJO, TEMPO E MEMÓRIA
Ritmo: Vanera
Letra: Nenito Sarturi
Melodia: Halber  Lopes       
2. O HOMEM POBRE
Ritmo: Chamamé
Letra: Rodrigo Bauer
Melodia: Arthur Bonilla
3. DE PARCERIA
Ritmo: Xote
Letra: Mauricio Silveira
Melodia: Henrique Bagesteiro Fan
4. OFÍCIOS
Ritmo: Milonga
Letra: Silvio Genro
Melodia: Wolmar da Costa Flores
5. NOS BRAÇOS DE QUEM FOI PASSADO
Ritmo: Canção
Letra: Bianca Bergman
Melodia: Aline Ribas
6. SE ELES SOUBESSEM
Ritmo: Toada
Letra: Sergio Sodré Pereira
Melodia: Everson Maré
7. COM VONTADE DE FICAR
Ritmo: Toada
Letra: Romulo Chaves
Melodia: Romulo Chaves
8. DAS GANHAS E DAS PERDIDAS
Ritmo: Milonga
Letra: Sabani Felipe de Souza
Melodia:  Sabani Felipe de Souza
9. RONCO DE ALERTA
Ritmo: Bugio
Letra: Cleiton Santos/Jaime Brum Carlos
Melodia:  Marcelo Carvalho
10. MILONGA PARA DOM VILMAR
Ritmo: Milonga
Letra: Jorge Costa Melo
Melodia: Jorge Costa Melo
11. SÓ UMA FLOR
Ritmo: Milonga
Letra: João Ari Ferreira
Melodia: Miguel Marques
12. MILONGA DE ESPERA
Ritmo: Milonga
Letra: Mário Barros
Melodia: Mário Barros
13. O CARIJO E A PALMEIRA
Ritmo: Chamarra
Letra:  Wilson Vargas (in memorian)
Melodia:  Sérgio Rosa
14. FEITIÇO DE ERVATEIRO
Ritmo: Chamarra
Letra; Caine Teixeira Garcia
Melodia: Joni André  
15. PELAS RONDAS DO CARIJO
Ritmo: Milonga
Letra: João Quintana
Melodia: João Quintana
16. O OUTRO LADO DA PORTEIRA
Ritmo: Milonga
Letra: Adão Quevedo
Melodia:  Cleiber Rocha
17. SABOR DE QUERENCIA
Ritmo: Milonga
Letra: Mario Amaral
Melodia: Clóvis de Souza
18. GAUDERIA
Ritmo: Chamamé
Letra: João Triska

Melodia: João Triska 

FASE LOCAL:
Concorrentes:

1. CANARIO CAMPEÃO
Ritmo: Xote
Letra: Dorival da Silva Godoi
Melodia: Dorival da Silva Godoi
2. SULINA BRASILIDADE
Ritmo: Milonga
Letra: Janaína L. R. Pagliarini
Melodia: Jorge André Rogerio
3. COM SABOR DE CHIMARRÃO
Ritmo: Mazurca
Letra: José Ricardo Maciel Nerling
Melodia: José Ricardo Maciel Nerling
4. MULHER CAMPESINA
Ritmo: Canção
Letra: João Tadeu Soares da Silva
Melodia: Luiz Edmundo Estigarríbia
5. REMENDANDO SONHO
Ritmo: Valsa
Letra: Helio Antonio Ardenghi Boeri
Melodia:  Helton José Zanchi
6. ONDE HABITA A LUZ
Ritmo: Milonga Canção
Letra; Cristiano Sonntag
Melodia: Gustavo Tomazi Zart
7. NA HISTÓRIA DO CARIJO
Ritmo: Chamamé
Letra: Micheli de Souza
Melodia: Fagner de Souza
8. ESTAS MÃOS DA VIDA
Ritmo: Chamamé
Letra: Luiz Carlos Campos
Melodia: Luiz Carlos Campos
9. NOS BAILES DE FUNDO DE CAMPOS
Ritmo: Vaneira
Letra: Luis Gustavo Foresti Ribas
Melodia; Angelino Rogério
10. FLOR DE CAMPO
Ritmo: Chamamé
Letra; Lauro Pereira Soares
Melodia: Paulo Missioneiro 

18 de abril de 2015

FESTIVAIS CAMPO A FORA

Tô faceiro uma barbaridade, com a excelente repercussão do quadro Ronda dos Festivais, que tenho o privilégio de apresentar semanalmente, durante o programa Campo Afora, atração brilhantemente produzida e comandada pelo meu conterrâneo, meu amigo, meu irmão Odilon Ramos.  Aproveito a “olada” para, de público, novamente agradecer ao Odilon pela confiança na minha humilde capacidade e por conceder-me a fantástica oportunidade para que a minha prosa festivaleira alcance uma ponchada de gente, pelos quatro cantos da querência.

O programa Campo Afora, por ser veiculado em 29 emissoras de rádio do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, possibilita grande abrangência e se credencia como um canal importante divulgação da arte e da cultura regional gaúcha.

Um baita abraço e o meu agradecimento aos ouvintes do programa Campo Afora, através das emissoras a seguir nominadas:


Maristela AM  – Torres
Blau Nunes AM – Sta Bárbara Do Sul
Cinderela AM – Campo Bom
Itapuí AM – Santo Antônio Da Patrulha
Liberal FM – Guaporé
Nordeste FM – Bom Jesus
São Luiz AM – São Luiz Gonzaga
Sorriso FM – Panambi
Santiago AM – Santiago
Nativa FM – Alegrete
Cultura FM – Capão Bonito
Clube AM – Lages (SC)
Vida FM – Ciríaco
Gentil FM – Gentil
Liberdade FM – Itaqui
Mais FM – Santo Cristo/Santa Rosa
Sorriso FM – Estrela
Sulamérica.Com
Interativa FM - Maximiliano De Almeida
Comunidade – Viadutos
Caxias AM – Caxias Do Sul
Navegantes FM – Ronda Alta
Cidreira FM – Cidreira
Aliança FM – Guarani Das Missões
Nova Viamão Web – Viamão
Universidade – Santa Maria
Mampituba FM – Mampituba
Radio Bagual Web – Blumenau
Rádio Interativa – Machadinho

16 de abril de 2015

OUTRO IMBRÓGLIO



Não bastasse a polêmica instalada após o manifesto do compositor Adão Quevedo, cujo teor reproduzimos aqui neste blog, no qual ele traz a luz uma divergência nos critérios utilizados por pelo menos um jurado do 31º Reponte da Canção, agora surge um fato novo e não menos grave, dando conta de uma possível apropriação indevida de propriedade intelectual.
Vamos ao fatos:  No Pérola em Canto  (equivalente a etapa regional do Reponte) a composição "Flor de Borracheira",  foi inscrita pelo músico Rodrigo Spiering, que se credenciou como sendo seu único autor. O "rasguido doble" obteve classificação e foi apresentado como concorrente no festival.

Vejam o link:  https://www.youtube.com/watch?v=GfarWcT7Chc

Ocorre que o músico, Don Douglas Borges, em comentário publicado no seu perfil no Facebook (e reproduzido pelo blog do amigo Léo Ribeiro), afirma que a referida música "Flor de Borracheira" é de sua autoria e que a mesma já teria sido gravada há mais de 2 anos (realmente ela está postada no Youtube desde 10 de maio de 2012 e já teve 269 visualizações).

Taí o link:  https://www.youtube.com/watch?v=2IAxvwwhJh4

Cabe esclarecer que os organizadores do festival Reponte da Canção não tem qualquer responsabilidade sobre esta fato. Caberia ao prejudicada formalizar uma denúncia em tempo hábil.

A questão  está posta.
O espaço está a disposição para os envolvidos manifestarem-se.
Comentários igualmente serão muito bem vindos.




14 de abril de 2015

CRITÉRIO POLÊMICO NAS NOTAS DO REPONTE

Adão Quevedo
Sou daqueles que preferem acreditar na idoneidade e na capacidade técnica dos homens e mulheres designados para atuarem como avaliadores nos festivais de música e de poesia. Mas não posso ser ingênuo ao ponto de não acreditar que, eventualmente, possa haver favorecimentos desta ou daquela obra, em detrimento de outras tecnicamente mais completas. Considero este tipo de atitude condenável e extremamente danosa para os ambientes poético, musical e cultural do nosso estado.  Não estou afirmando que isto ocorreu no 31º Reponte da Canção, um dos mais importantes festivais do Rio Grande do Sul, que foi realizado com sucesso no último final de semana. Eu não estava lá.

Mas, chama a atenção e nos convida à refletir, a manifestação do poeta e compositor Adão Quevedo quando ele, ao abordar o resultado do festival, expõe um critério de avaliação no mínimo polêmico, adotado por um determinado jurado.
Na condição de “homem de imprensa”, prefiro apenas informar, não emitindo opinião sobre o fato, deixando esta tarefa pra vocês que prestigiam nosso blog.
Acompanhem o que nos relata Adão Quevedo:
Bueno, recebo as planilhas do 31º Reponte, que numa atitude de transparência e respeito aos artistas, divulga as notas de cada jurado. Parabéns à organização. Mando minhas singelas composições para bem poucos festivais, porque moro longe da maioria e hospedar-me 3 dias, computando gasolina, pedágio e alimentação, é preciso quase pagar para participar isso, quando classifico, pois a qualidade das composições inscritas está a cada dia melhor e não é fácil passar nas triagens. Então avaliando o comportamento individual de cada jurado em relação a cada composição, desta edição, notei que alguns mantêm a média das notas com equilíbrio, entre uma e outra apresentação: outros, chegam a uma diferença, que no mínimo deixa alguma reticência... Participo, sempre, respeitando meus parceiros e amigos, alguns viajam de longe e doam-se com sua honestidade e talento e o resultado, em primeiro lugar, é a satisfação do convívio e de subir ao palco com toda dedicação à obra. Música é arte, não é competição, no entanto há que se ter critério e não podemos deixar que brinquem com nossa obra e desrespeitem os artistas que fazem um trabalho sério com dedicação e isenção... quando nos dispomos a participar sabemos que seremos avaliados, e que a opinião de cada avaliador é pessoal e subjetiva, porém quando essa opinião muda, drasticamente de um dia para o outro, sendo que as apresentações foram equilibradas ou, até melhoraram segundo a opinião de todos, que não são leigos, inclusive jurados da edição anterior do festival, ficamos pensativos quanto ao critério e opinião utilizados...
Notem a diferença...
Notas de sábado e de domingo, para nossa composição “No passo das lavadeiras”
Jurado: Ângelo Franco – Músico, compositor, arranjador e cantor.
           Letra    Mel.   Interp   Arran. Palco  Total

SÁB:    9.0       9.0        9.0       9.0       9.0     9.0

DOM:   9.0      9.0       9.1        9.0       9.0     9.1

Jurado: Cristiano Vieira – Músico, compositor, arranjador e cantor.
           Letra    Mel.   Interp.  Arran. Palco  Total 

SÁB:     9.6      9.4       9.5        8.9      8.9      9.44

DOM:   9.6      9.4       7.0        6.0       7.0      8.40

Jurado: XIRÚ ANTUNES - POETA
           Letra    Mel.  Interp.  Arran.  Palco  Total
SÁB:     9.7      9.4     8.8         8.8       8.1     9.13
DOM:    9.7      9.4     4.3        4.4       4.6      7.49

Será que estou equivocado? Ou ocorreu algo estranho com minha composição de um dia para o outro?...

Mais uma vez ressalto a coragem da organização em divulgar as notas, exemplo que deveria ser seguido por todos os festivais do Estado, inclusive para conhecermos melhor quem está nos avaliando...

Deixo claro que em momento nenhum desmereço as demais obras classificadas e vencedoras deste 31º Reponte.  Grandes composições que só acrescentaram para o brilho do festival.

CANTO MISSIONEIRO TRANSFERIDO PARA SETEMBRO


A Prefeitura de Santo Ângelo e a comissão organizadora do Canto Missioneiro da Música Nativa, decidiram pela transferência da 8ª edição do festival  para os dias 10,11 e 12 de setembro de 2015.
A medida teve que ser adotada em razão de diversos fatores, sendo o principal a exiguidade de tempo para  captação de patrocínios, tendo em vista que o projeto cultural, enviado ao Sistema Pró Cultura RS, foi aprovado somente há poucos dias.
Em consequência desta determinação, a data limite para envio de inscrições ao festival, igualmente foi prorrogado para o dia 22 de maio de 2015.
A comissão avaliadora continua com os mesmos integrantes:  Claudino de Lucca, Dionísio Costa, Edgar Prestes, Èrlon Péricles e Robledo Martins.
Estas definições valem também para o 7º Canto Piá Missioneiro, certame exclusivo para jovens intérpretes.
Outra resolução importante adotada pela comissão organizadora do Canto Missioneiro é a fixação da data do evento no mês de setembro, sempre no final de semana anterior ao início da Semana Farroupilha. Diante disto, a data do 9º Canto Missioneiro já está definida para os dias 8, 9 e 10 de setembro de 2016.

13 de abril de 2015

25ª TAFONA - CLASSIFICADAS



Divulgada na tarde desta segunda-feira, 13/04, a relação das obras classificadas para  a 25ª Tafona da Canção Nativa, festival que acontece nos dias 29 e 30 de maio  em Osório.

Confiram:

Exílio 
Autores: Rafael Machado/Roberto Borges
Ritmo: Milonga
Na Estrela Tão Bonita Que Eu Te Dei
Autores: Olgi Krejci/Piero Ereno
Ritmo: Canção
Página 12
Autores: Bianca Bergmam/Tuny Brum
Ritmo: Canção
Bandona e Cordeona
Autores: Wilson Vargas/Sérgio Rosa
Ritmo: Chamamé
Gira Que Gira
Autores: Caio Martinez/Adriano Sperandir
Ritmo: Maçambique
Festa da Mãe Sereia
Autores: Loreno Santos/Patrícia Camargo
Ritmo: Maçambique
Mirada de Piedra
Autores:Alex Silveira/Miguel Dario Diaz
Ritmo: Zamba
Espelho Quebrado
Autores: Martím Cesar/Pedro Guerra Pimentel
Ritmo: Milonga
Alma Leve de Mar
Autores: Rômulo Chaves/Robledo Martins
Ritmo: Valseado
O Naufrágio do Bento Gonçalves
Autores: Douglas dos Anjos/ Rafael Fofonka Pires
Ritmo: Litorâneo
Destino
Autores: Gujo Teixeira/Luciano Maia
Ritmo: Milonga
Ama de Leite
Autor:  Heleno Cardeal
Ritmo: Candombe