15 de novembro de 2011

1º IBIAMON DA CANÇÃO

Vem aí o 1º Ibiamon da Canção, festival de música nativista programado para os dias 18, 19 e 20 de novembro, na cidade de Viamão.
O certame inicia no dia 18, sexta-feira, oportunidade em que os participantes, reunidos na Cabanha Ruana, situada na Estrada do Espigão, Beco do Sossego, nº 226, conhecerão o tema sobre o qual deverão criar suas obras musicais.
O tema será sorteado no mesmo dia, na presença dos concorrentes.
As musicas serão apresentadas a partir das 20 horas do dia seguinte, no palco montado no mesmo local.
Dentre as obras concorrentes, serão destacadas 15 finalistas para serem mostradas ao grande público no domingo, 20 de novembro, no Piquete Garrão de Potro, localizado na ERS 040, km 15.
Informações mais concretas podem ser obtidas com Nino Saldanha, através do telefone  (51) 9904.9187.

OS DESTAQUES DO 25º MUSICANTO

A melhor música instrumental é de Luciano Maia

Encerrou na madrugada desta terça-feira o 25º Musicanto Sul Americano de Nativismo, realizado em Santa Rosa. Os destaques foram os seguintes:



Primeiro Lugar: “Bendito Seja” 
Gênero: Milonga 
Autores: Caetano Silveira e Fausto Prado 
Porto Alegre/RS
Segundo Lugar: “No Andor do Meu Canto”
Gênero: Canção 
Autor: Eudes Fraga
Belém/PA

Terceiro Lugar: “Fio da Meada”
Gênero: Baião 
Autores: Caio Martinez e João Vicente Macedo 
Porto Alegre/RS

Música Mais Popular:  “Minha Placa-mãe”
Gênero: Embolada Pop 
Autor: Fernando Keiber
Santa Rosa/RS

Melhor Música Instrumental: “Que Encrenca”
Gênero: Samba
Autor: Luciano Maia 
Porto Alegre/RS

Melhor Arranjo: “Lugar de Mulher” 
Gênero: Milonga Hip-Hop 
Atora: Greice Morelli
Porto Alegre/RS

Melhor Letra: “Saga de Colono”
Letristas: Silvio Genro e Nelmo Beck 
Melhor Intérprete: Eudes Fraga  
Música: No Andor do Meu Canto

Melhor instrumentista:  Tiago Quadros 
Acordeonista
Melhor Canção Sobre Meio-Ambiente:  “Anjo Urbano”
Autores: Mário Tressoldi e Chigo Saga 
Tramandaí/RS

14 de novembro de 2011

Urucanto Surge na Terra da Califórnia

João de Almeida Neto  vence o 1º Urucanto

Uruguaiana, o berço da Caifórnia da Canção Nativa, o pioneiro dos festivais, agora tem um novo evento do gênero.  É o Urucanto – Uruguaiana Canta o Rio Grande, cuja primeira edição aconteceu neste final de semana. O resultado foi o seguinte:
Primeiro Lugar:  Milonga de Canto e Rio
(Mário Amaral /Tuny Brum)
Interprete:  João Almeida Neto.
Segundo Lugar:  Uruguaiana Cayetana 
(Rafael Ovídio da Costa/Pirisca Grecco/Fernando Saldanha/César Santos)
Intérprete: Pirisca Grecco
Terceiro Lugar: Quem sou 
(Alex Quevedo Camargo/Nelcy Morales)
Intérprete: Jaime Ribeiro.
Melhor intérprete:  João Almeida Neto – Milonga de Canto e Rio

Melhor Instrumentista: Arthur Bonilla – Milonga de Canto e Rio
Música Popular: Ode a um Passarinho (Jorge Rodrigues/Francisco Alves)

26º PONCHE VERDE - Resultado

Marcelo Oliveira: Melhor Intérprete e Melhor Melodia
O 26º Ponche Verde da Canção Gaúcha, festival da cidade de Dom Pedrito, aconteceu de 11 a 13 de novembro e o resultado foi o seguinte:
Primeiro Lugar: Coração de Campo
Letra: Adriano Alves e Xiru Antunes
Música: André Teixeira
Intérprete: Fabiano Bacchieri
 Segundo Lugar: Pelo Espelho do Rio 
Letra: Mateus Neves da Fontoura
Música: Marcelo Oliveira
Intérprete: Arthur Mattos
 Terceiro Lugar: O D'onde Venho 
Letra: Gujo Teixeira
Música: Luciano Maia
Intérprete: Gustavo Teixeira
Música Mais Popular: Pátria Pampa 
Letra: Sérgio Roberto Vieira
Música: Sérgio Roberto Vieira
Intérprete: Vitor Silva e Júnior Rodrigues Martins
Melhor Letra: O D'onde Venho  - Gujo Teixeira
Melhor Melodia: Pelo Espelho do Rio - Marcelo Oliveira
Melhor Tema Sobre a Paz: Levando a Pátria nos Tentos 
Letra: Alvandy Rodrigues
Música: Raúl Quiroga
Intérprete: Raúl Quiroga e Grupo Americanto
Melhor Intérprete: Marcelo Oliveira (O Desenho da Flor)
Melhor Instrumentista: Ricardo Comassetto (Gaita botoneira em  Pelo Espelho do Rio)

XIX TERTULIA – Decisão dos jurados agrada o público

"Velas" ficou com  2º Lugar, Melhor Intérprete e Melhor Instrumentista.
A finalíssima da XIX Tertúlia Musical Nativista, promovida pela Prefeitura de Santa Maria, sob coordenação da Secretaria Municipal da Cultura, foi marcada pela convergência das opiniões do público e do corpo de jurados. A noite iniciou com o show de “Os Fagundes”, que emocionou a plateia com declarações de louvor a Santa Maria e à retomada de um dos maiores festivais de música do Estado. A presença de Antônio Augusto, “Nico” Fagundes, no palco, recuperado dos problemas de saúde que o afastaram do corpo de jurados da Tertúlia, do ano passado, também foi motivo de emoção. 
A noite teve sequência com a apresentação das 14 composições finalistas. Os aplausos do público às concorrentes foram prenúncio dos resultados que seriam anunciados logo em seguida pelo corpo de jurados. Antes da divulgação dos vencedores, outro ponto alto do festival, que causou intensa vibração da platéia, foi o show de Luis Marenco. O cantor também falou da satisfação de ver a revitalização da Tertúlia e lembrou das vezes em que subiu ao palco do festival como concorrente. Passava de duas horas da madrugada de segunda-feira, quando os apresentadores Maristela Moura e Norton Cezar anunciaram a decisão dos jurados.  Antes, entre abraços de músicos e organizadores, no palco montado na Gare da Estação, a secretária de município da Cultura, Iara Druzian, anunciou que a 20ª Tertúlia Musical Nativista acontece nos dias 9, 10 e 11 de novembro de 2012.
O resultado, abaixo, ovacionado pelos espectadores, confirmou a preferência popular manifestada em aplausos quando da apresentação das finalistas.

Primeiro Lugar: Quando o Rio Grande Corre Pelas Veias
Letra de Marcelo Domingues D’Ávila e música de Robson Garcia”
Segundo Lugar: Velas
Letra de Nilton Junior e música de Adriano Sperandir;
Int: Adriana Sperandir
Terceiro Lugar: Boiada de Penas
Letra de Valdir Disconzi e música de Zulmar Benitez;
Int: Volmir coelho.
Melhor Intérprete: Adriana Sperandir, na música “Velas”;
Melhor Instrumentista: Diego Ferreira, sax tenor, na música “Velas”;
Melhor Letra: Boiada de Penas (Valdir Disconzi);
Música Mais Popular: Um filho que canta (Velho Milongueiro);
Melhor Composição sobre Santa Maria: Na Boca do Monte, o Sonho Voa (Érlon Péricles);


Fonte: Assessoria de Imprensa a Tertúlia.