terça-feira, 17 de janeiro de 2017

3º ESTEIO DA POESIA - ORDEM DE APRESENTAÇÃO


Reproduzimos esta importante informação sobre a ordem de apresentação dos poemas concorrentes no 3º Esteio da Poesia Gaúcha.

Buenas, amigos do verso gaúcho...

Como precisamos diagramar o livreto e os materiais do CD, fizemos o sorteio da ordem de apresentação do festival no início da tarde desta terça-feira...
Como fizemos?   Para mesclar declamadores e declamadoras na proporção, a cada dois nomes do copinho dos homens sorteamos um nome do copinho das mulheres. A primeira poesia será a convidada, com o Gustavo Oliveira.
Desta forma, o primeiro concorrente será o Antônio Barbosa...
Depois, vem a primeira declamadora, Thaís Weber... e assim seguiu o sorteio.
Todos esses grandes talentos vão desfilar no palco da Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya no dia 11 de março, a partir das 20h.
Além deles, shows de Vladimir Guará e Elton Saldanha.
Na apresentação do festival, o grande Paulo De Freitas Mendonça.

ORDEM DE APRESENTAÇÃO -  e aparição no livreto e CD
1. Penas
Poeta: Heitor Gabriel Hartmann (Esteio)
Declamador: Gustavo Oliveira (Esteio)
Amadrinhador: Henrique Scholz (Campo Bom)
2. Nos Ermos de Onde Vim
Poeta: Antonio Dirceu Barbosa (Estância Velha)
Declamador: Antonio Dirceu Barbosa
Amadrinhador: Kayke Mello (Júlio de Castilhos)
3. Relato da Flor Bordada
Poeta: Matheus Costa (Dom Pedrito)
Declamadora: Thaís Weber (Lajeado)
Amadrinhador: Vinicius De Freitas (Lajeado)
4. O Efeito do Isolamento
Poeta: Maximiliano Alves de Moraes (Alegrete)
Declamador: Neiton Bittencourt Perufo (Alegrete)
Amadrinhador: Henrique Scholz (Campo Bom)
5. Sem Lenço
Poeta: Rodrigo Bauer (São Borja)
Declamador: Pedro Júnior da Fontoura (Bento Gonçalves)
Amadrinhador: Clenio Bibiano da Rosa (Cachoeira do Sul)
6. Crucificado
Poetisa: Joseti Gomes (Gravataí)
Declamadora: Kassiana Oliveira (Imbé)
Amadrinhador: Leonardo Pinho (Pelotas)
7. Serafim, Ponto Final
Poeta: Adão Quevedo (São Lourenço do Sul)
Declamador: Patrocínio Vaz Ávila (Cachoeira do Sul)
Amadrinhador: Adão Quevedo
8. Um Poema no Sul
Poeta: Caine Teixeira Garcia (Bagé)
Declamador: Jair Silveira (Cachoeirinha)
Amadrinhador: Zulmar Benitez (Santa Maria)
9. Pelas Patas
Poeta: Everton Michels (Criciúma-SC)
Declamadora: Andréa Eloi (Lajeado)
Amadrinhador: Vinicius de Freitas (Lajeado)
10. Estrivo
Poeta: Adriano Alves (Campo Grande-MS)
Declamador: Chico Azambuja (Bagé )
Amadrinhador: Jader Leal (Porto Alegre)
11. O Mistério das Palhas
Poetas: Carlos Omar Villela Gomes/Bianca Bergmam (São Vicente do Sul)
Declamador: Romeu Weber (Osório)
Amadrinhador: Geraldo Trindade (Porto Alegre)


segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

28ª GAUDERIADA MIRIM - RESULTADO

Luiz Henrique Pianezzolla
A 28ª Gauderiada Mirim, festival para jovens intérpretes, foi realizada nos dias 13, 14 e 15 de janeiro, durante a 35ª Gauderiada da Canção, em Rosário do Sul.
O resultado é o seguinte:

Categoria PRÉ MIRIM
Primeiro Lugar:  LUIZ FILIPE PAVANI
Música: Pealo de Sangue
Segundo Lugar:  LUIZ HENRIQUE PIANEZZOLLA
Música: Chamamecero

Categoria MIRIM
Primeiro Lugar: ISADORA MOTA
Música: Por Onde Anda a Alma Inquieta do Poeta
Segundo Lugar: LUIZA BARBOSA DIAS
Música: Os Olhos do meu Cavalo
Terceiro Lugar:  AMANDA LAUXEN
Música:  Sinal Certo




Kathellyn Garcia  recebendo o troféu de 2º Lugar Juvenil





Categoria JUVENIL
Primeiro Lugar:  ISABELLE MOTTINI
Música:  Mandinga
Segundo Lugar: KATHELLYN GARCIA
Música: Cinco Estrelas de Luz
Terceiro Lugar: CÁSSIO CASTILHOS
Música: O Silêncio dos Meus Olhos
Revelação do Festival:  AMANDA LAUXEN

35ª GAUDERIADA - RESULTADO

Marcelo Oliveira: Melhor Intérprete
A 35ª Gauderiada da Canção Gaúcha, um dos mais importantes e longevos festivais de música do Rio Grande do Sul, aconteceu de 12 a 15 de janeiro em Rosário do Sul e destacou os seguintes trabalhos:

Primeiro Lugar:  PRINCÍPIO
Letra:  Gujo Teixeira/Evair Gomes
Melodia: Juliano Gomes
Interpretação: Adriano Gomes e Ita Cunha
Segundo Lugar:  GOTA DE SOMBRA
Letra:  Guilherme Collares
Melodia: Edilberto Bérgamo
Interpretação: Marcelo Oliveira
Terceiro Lugar:  PERFIL
Letra: Anomar Danúbio Vieira
Melodia: Marcello Caminha
Interpretação: Pepeu Gonçalves, Anomar Danubio Vieira e Os Caminhas
Mais Popular:   SENHORA VANERA
Letra: Anomar Danúbio Vieira
Melodia: Juliano Gomes
Interpretação: Ita Cunha
Melhor Tema Campeiro:   PERFIL
letra: Anomar Danúbio Vieira
Melodia: Marcello Caminha
Interpretação: Pepeu Gonçalves e os Caminhas

Melhor Conjunto Vocal: GOTA DE SOMBRA - Marcelo Oliveira e Grupo
Melhor Melodia:   MEU AMOR QUE ELA ROUBOU - Marcelo Oliveira
Melhor Instrumentista: RICARDO COMASSETO -  Gaita Botoneira

Melhor Intérprete:  MARCELO OLIVEIRA -  Gota de Sombra
Revelação: RODRIGO COLLARES

sábado, 31 de dezembro de 2016

DESTAQUES DOS FESTIVAIS 2017

Com o pala em tira e tapado de quero-quero, o ano de 2016 já se larga campo a fora, sem deixar muita saudade pelos pagos do Rio Grande.  Em seu lugar, enforquilhado num baio ruano, de trote macio, mas flor de passarinheiro, vem se achegando, devagarito, um gurizote garboso, trazendo uma mala de garupa atopetada de boas esperanças. Não demora, já vai dar “oh! de casa” em nosso rancho, desafiando-nos para a uma nova jornada de vida e de realizações.
Antes de oferecer o primeiro mate, eu preciso divulgar o tradicional e já esperado levantamento que aponta os 
DESTAQUES DOS FESTIVAIS de música e de poesia realizados no ano de 2016.  
Precedendo a nomeação dos destaques, faz-se necessário elencar os critérios que nortearam este trabalho:
1. Foram considerados todos os festivais de cunho nativista ou entendidos como tal independentemente de serem consagrados ou iniciantes, com maior ou menor projeção, em cujos regulamentos estejam previstas mostras de competição, com as obras concorrentes previamente determinadas por triagem;
2. Em 2016 foram realizados 38 festivais de música e 06 de poesia.  Não integram esta estatística os festivais ditos “costeiros”, que adotam o critério de definição de um tema sobre o qual os participantes devem criar suas obras e apresentá-las no dia seguinte.  Também não foram considerados os festivais apenas de interpretação e os “fechados” para convidados, ou ainda aqueles que fogem dos padrões citados no item anterior; 
3.  Além dos eventos promovidos no Rio Grande do Sul, foram considerados dois festivais de música realizado no estado de Santa Catarina: a Nevada da Canção Nativa de São Joaquim e a Sapecada da Canção Nativa de Lages. Estes certames têm características idênticas aos que ocorrem no RS e contam com participações destacadas de diversos compositores, músicos e intérpretes gaúchos. São reconhecidos como “extensões” do movimento nativista do Rio Grande do Sul.
4. O critério para definição dos destaques foi, novamente, a cumulatividade, ou seja, a soma dos prêmios conquistados em cada categoria;
5. As categorias, ou modalidades, foram estabelecidas pelo autor do levantamento, o comunicador Jairo Reis, num formato de fácil compreensão.
6. Caso ocorra empate em alguma modalidade, o vencedor será aquele que tiver conquistado mais “Primeiros Lugares”. Caso persista o empate, vence o que tiver mais “Segundos Lugares”, e assim, sucessivamente.
7. Os vencedores de cada modalidade receberão um exemplar do Troféu Ronda dos Festivais, oferecido pelo blog Ronda dos Festivais e pelo comunicador Jairo Reis.

Os DESTAQUES DOS FESTIVAIS do ano de 2016 são os seguintes:

FESTIVAIS DE MÚSICA:

Na modalidade AUTOR COM MAIS VITÓRIAS, aparece com 6 (seis) troféus de
“Primeiro Lugar”, o compositor RÔMULO CHAVES.  
Suas vitórias aconteceram nos festivais:
10º Cante uma Canção em Vacaria -  Memoria de Campeiro
2º Canto de Amor a Giruá – Sou Teu Giruá
2º Canto do Charão – Onde Mora a Verdade
9º Canto Nativo – Os da Mesma Família
31º Ponche Verde – Dois Tempos do Cantor Pampeano
5º Canto de Luz – Razões Pra Cantar









Entre aqueles compositores que, ao longo de 2016, conquistaram MAIS PREMIAÇÕES DE SEGUNDO LUGAR, houve empate entre 3 autores: Alex Har, Matheus Costa eRodrigo Bauer.    No entanto, utilizando o critério de desempate definido no regulamento desta pesquisa, o nosso troféu vai paraRODRIGO BAUER.



Na modalidade AUTOR COM MAIS TERCEIROS LUGARES, cinco autores se salientaram com 2 premiações cada um.  O critério de desempate precisou ser utilizado novamente, resultando na definição de RÔMULO CHAVES como vencedor.

Ainda sobre a performance dos compositores, entendi que seria interessante apontar também aquele autor que obteve mais premiações principais ao longo de 2016. Considerei como “premiações principais” os troféus de 1º, 2º e 3º lugares e os de Música Mais Popular.   Computadas estas informações, o levantamento apontou como AUTOR COM MAIS PREMIAÇÕESo compositor RÔMULO CHAVES.  Ele levou pra casa 6 troféus de primeiro lugar, 2 troféus de terceiro lugar e 1 troféu de Música Mais Popular.





Na categoria MELHOR INTÉRPRETE MASCULINO, o cantor que salientou-se no

cenário dos festivais, conquistando quatro troféus de “Melhor Intérprete”, foi CRISTIANO FANTINEL.     
Ele se consagrou defendendo as músicas:
No Roncar de Um Bugio - 25º Ronco do Bugio
Léguas por Diante - 25ª Vigília
Décima do Arrependido -  23ª Estância
Duas Sombras - 24ª Tertúlia



Na categoria MELHOR INTÉRPRETE FEMININO, destacou-se a cantora JULIANA SPANEVELLO, com 2 troféus de Melhor Intérprete, conquistados nos festivais:
24ª Sapecada – No Romper da Trança
9º Canto Missioneiro - Conselho















A modalidade INTÉRPRETE COM MAIS PRIMEIROS LUGARES, salienta aquele 
cantor ou cantora que, através de sua interpretação, conduziu a música ao prêmio máximo do festival.  Neste quesito, destaca-se o cantor ANDRÉ TEIXEIRA, que atuou como intérprete  em 5 músicas vencedores, a saber: 

31º Carijo
Cicatriz - 36ª Coxilha;
Nos Braços da Madrugada - 23ª Estância;
Viejito - 8º Expocanto;
Pra Quem Bebeu das Taperas - 2º Vento Xucro;


Na categoria MELHOR INSTRUMENTISTA, o somatório de 5 troféus na modalidade, deram vitória folgada ao gaiteiro, MAURO SILVA que brilhou com sua gaita botoneira nos seguintes festivais:
34º Gauderiada; 14º Joãozinho da Ponte; 23ª Estância; 7º Canto Xucro Galponeiro; 6º Cantador de Campanha.














No quesito MELHOR LETRA/POESIA, a primeira colocação com 3 troféus vai para o poeta ADRIANO SILVA ALVES, premiado nos seguintes festivais: 

10º Cante um Canção em Vacaria -   Benzido;
24ª Sapecada – Ateu;
8º Expocanto – Serei Eu.

Entre os compositores que conquistaram o troféu alusivo a MELHOR MELODIA, a exemplo de 2015, o destaque como melodista vai paraJULIANO GOMES, premiado em 3 festivais:
24ª Sapecada – A Delicada
8º Canto Farroupilha -  Arrocinador
8º Expocanto - Viejito








FESTIVAIS DE POESIA

No que tange aos FESTIVAIS DE POESIA, cabe informar que nossa pesquisa levou em conta as modalidades normalmente utilizadas nos referidos certames, quais sejam:  Poesia, Intérprete, Amadrinhador.
Foram considerados neste levantamento os 6 (seis) festivais realizados em 2016:
2º Esteio, 14º Bivaque, 1ª Patrulha, 21ª Sesmaria, 6ª Tertúlia Maçônica e 3ª Tertúlia.

Na modalidade POETA COM MAIS PRIMEIROS LUGARES, o destaque vai para RODRIGO BAUER que venceu 2 festivais:
2º Esteio da Poesia:  Não Me Perguntes do Gaúcho Velho
6ª Tertúlia Maçônica – Linha Não Maçônica:  A Morte Envolta no Lenço

















Na categoria POETA COM MAIS SEGUNDOS LUGARES, houve empate entre 7 poetas. Utilizado o critério de desempate, o troféu vai para MOISÉS SILVEIRA DE MENEZES.

















Na categoria POETA COM MAIS TERCEIROS LUGARES, igualmente houve empate entre 7 autores. Utilizando-se o mesmo critério de desempate, o troféu vai para  CARLOS OMAR VILLELA GOMES.



Assim como inovamos nos destaques dos festivais de música, igualmente apontamos o POETA COM MAIS PREMIAÇÕES.  E o destaque vai para MOISÉS SILVEIRA DE MENEZES que obteve 4 troféus no ano de 2016.















Na modalidade de MELHOR DECLAMADOR, destaca-se o intérprete PAULO RICARDO DOS SANTOS que conquistou 2 troféus de primeiro lugar nos seguintes festivais:
6ª Tertúlia Maçônica – Linha Maçônica:  Uma Pedra em Meu Caminho
3ª Tertúlia da Poesia:  


No quesito MELHOR DECLAMADORA, a vencedora é LILIANA CARDOSO DUARTE por ter conquistado um Primeiro Lugar na 21ª Sesmaria, ao defender o poema Lá No Cerro dos Porongos, e um Segundo Lugar na 3ª Tertúlia, com o poemaPalavra.









No elenco dos INTÉRPRETES QUE DEFENDERAM POEMAS VENCEDORES, salientou-se o declamador
PEDRO JUNIOR DA FONTOURA
com três interpretações vencedoras:
2º Esteio da Poesia: Não Me Perguntem do Gaúcho Velho;
6ª Tertúlia Maçônica – Linha Não Maçônica:  A Morte Envolta no Lenço;
21ª Sesmaria da Poesia:   Sob os Olhos Vendados da Justiça






Na modalidade MELHOR AMADRINHADOR de 2016, destaque absoluto para o violonista ZULMAR BENITEZ que conquistou três troféus de primeiro lugar em 2016:
2º Esteio: De Esporas Calçadas;
21ª Sesmaria: Um Velho Taura Recém Nascido;
3ª Tertúlia: Reflexões








PIAZADA DESTAQUE:

No levantamento dos Melhores de 2016, entendi que, pela primeira vez, deveria valorizar os jovens intérpretes, que com sua graça, seu vigor físico e principalmente com seu talento, tem ungido de esperanças o cenário da música regional gaúcha. Eis porque, aponto a PIAZADA DESTAQUE, levando em conta os 14 festivais Infanto-juvenis realizados ao longo do ano.   Tendo como lume as modalidades Mirim e Juvenil, costumeiramente adotadas nos referidos concursos, os resultados são os seguintes:



Na Categoria Mirim, com até 14 anos de idade, modalidade Feminina, a INTÉRPRETE COM MAIS VITÓRIAS, com 4 primeiro lugares obtidos nos festivais Estancinha, Cantinho Farroupilha, Xucrinho Galponeiro e Canto dos Ervais, foi ANA LAURA CORNEL.

Na modalidade Masculina, o INTÉRPRETE COM MAIS VITÓRIAS é LUIZ ARTHUR SEIDEL DE SOUZA, com três primeiros lugares conquistados nos festivais: Acampamentinho, Reculutando a Potrada Tertulinha.










Na categoria Juvenil, para cantores de 15 a 17 anos de idade, modalidade Feminina, a INTÉRPRETE COM MAIS VITÓRIAS, com 2 primeiros lugares obtidos nos festivais Carijinho eCoxilha Piá é LAURA BAUM.

Na modalidade Masculina, houve empate entre Gabriel Fortes e Juan Winz, no entanto, Winz obteve também um segundo lugar e isso desempatou a peleia em seu favor. Portanto, o INTÉRPRETE COM MAIS VITÓRIAS é JUAN WINZ, vencedor do Cantinho Farroupilha.













Encerrando as modalidades alusivas aos festivais infanto-juvenis, apontamos agora o INTÉRPRETE COM MAIS PREMIAÇÕES, no qual forma contabilizadas todos as premiações obtidas.  Neste quesito, com 4 troféus conquistados, evidenciou-se a cantora GIOVANNA CAVALHEIRO.

PARABÉNS a todos que se destacaram.

Desejo que as vitórias e o sucesso sejam maiores em 2017.


No domingo, dia 08 de janeiro, este levantamento será repercutido no programa DO LITORAL A FRONTEIRA, das 6h as 8h da manhã, na Rádio Bandeirantes. 

O ato de entrega dos troféus aos vencedores será realizado em data a ser definida oportunamente, podendo até mesmo ser durante uma edição especial do programa Do Litoral a Fronteira,apresentado por Jairo Reis.


Agradecimento muito especial aos autores das fotos utilizadas nesta postagem.



Em caso de utilização e reprodução destas informações, por favor, faça o devido crédito a autor do presente levantamento, o jornalista e comunicador JAIRO REIS.